O que faz alguém formado em tecnologia em análise e desenvolvimento de sistemas?

Antes mesmo antes de se matricular no curso de tecnologia em análise e desenvolvimento de sistemas é interessante conhecer mais sobre o mercado de trabalho e o dia a dia dos profissionais depois de formados. Assim, você já tem uma prévia do que estará te esperando após os dois anos de estudo, assim como, saberá quais segmentos nessa área possuem um maior número de oportunidades e estão enfrentando carência de pessoal especializado.

Possibilidade de atuação para formados em tecnologia em análise e desenvolviemnto de sistemas

Após concluir a graduação em Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas há um leque interessante de possibilidade de atuação. Como, por exemplo, o desenvolvimento de softwares, em que o profissional atua em busca de soluções para as demandas de usuários e empresas. Para isso, é importante lembrar que esse trabalho passa por alguns processos importantes: levantamento de requisitos; análise de requisitos; desenho do projeto; implementação; testes; e implantação (quando o usuário recebe o software pronto para ser instalado).

A administração de redes também é outra possibilidade de atuação para esses profissionais. Nesse caso, o seu trabalho envolve a definição de quais redes são as mais adequadas para um negócio; além de trabalhar a parte de hardware do processo; oferecer manutenção para garantir o bom funcionamento das redes; priorizar a segurança das informações envolvidas na rede; e ainda, verificar as possibilidades de expansão e atualização das redes.

O terceiro exemplo de função é o DevOps, aquela pessoa que trabalha ao lado do desenvolvedor de software e do profissional de infraestrutura. Seu objetivo é realmente fazer uma ponte entre esses dois setores. Esse profissional também é responsável pela padronização dos sistemas, assim como, fazer as documentações exigidas e contribuir para o gerenciamento de novas versões. Outra atividade importante do DevOps é ajuda a simplificar os processos de produção, tornando as tarefas automáticas e as estruturas escaláveis.

Ainda há outros exemplos de possibilidades de trabalho no ramo da Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas como: administrador de banco de dados, backend e arquiteto da informação.

Salários na área de tecnologia em análise e desenvolvimento de sistemas

Provavelmente, se você pesquisou pelos salários de um tecnólogo em análise e desenvolvimento de sistemas, deve ter encontrado vários valores como resposta. É que a remuneração depende de diversos pontos como a região em que o profissional trabalha, o porte da empresa e o nivel de experiência do trabalhador na área. Mas, para você ter uma ideia, o cargo de Analista de Sistemas costuma oferecer salários iniciais de R$ 3.312,00. Porém, esse valor pode chegar até a R$ 7.301,00. E a média salarial para desenvolver essa função no Brasil é de R$ 5.116,00.

Ou seja, apostar em um curso de tecnologia em análise e desenvolvimento de sistemas EAD é uma ótima opção para o seu futuro. Afinal, já no início da carreira, o profissional conta com bons salários e ótimas oportunidades de trabalho, já que o mercado está em busca de profissionais qualificados nessa área. Além disso, vale lembrar que o curso, apesar de ser de nível superior, conta apenas com dois anos de duração. Assim, em pouco tempo é possível estar preparado para enfrentar os desafios do dia a dia de trabalho.

O que se aprende na faculdade de análise e desenvolvimento de sistemas?

Conforme mencionamos anteiormente, o curso de análise e desenvolvimento de sistemas é uma graduação. Esse curso será reponsável por aprensentar toda a prática e teoria necessárias para iniciar uma carreira de sucesso. Para você conferir mais sobre o que será ensinado durante suas aulas, separamos abaixo um exemplo de grade curricular. Confira!

Grade curricular

1º semestre

  • Liderança, Cidadania, Ética e Tecnologia Sustentável;
  • Cybersecurity;
  • Integração Computacional De Hardware E Software;
  • Gestão Ágil De Projetos De Softwares;
  • Desenvolvimento De Soluções Com Python.

2º semestre

  • Desenvolvimento Web;
  • Cloud Computing;
  • Sistemas Operacionais E Internet Das Coisas (Iot);
  • Engenharia De Software;
  • Projeto Web;
  • Projeto Integrador I.

3º semestre

  • Programação Mobile;
  • Devops;
  • Modelagem De Banco De Dados;
  • Inteligência Artificial E Ambientes Cognitivos;
  • Projeto Mobile;
  • Língua Brasileira De Sinais – Libras.

4º semestre

  • Governança De Ti E Direito Cibernético;
  • Digital Business E Design Thinking;
  • Empreendedorismo Digital E Tecnologias Exponenciais;
  • Programação De Alta Performance;
  • Projeto Integrador II;
  • Desenvolvimento De Startups.

Assim, o estudante terá acesso a 2.000 horas de aprendizado e estará pronto para enfrentar os desafios do dia a dia na área. Porém, é importante lembrar que a área da TI exige estudo constante dos seus profissionais, afinal, as atualizações são rápidas e é preciso acompanhar o ritmo para trazer sempre as melhores soluções.

Certificações na análise e desenvolvimento de sistemas

Além da faculdade de análise e desenvolvimento de sistemas, o mercado valoriza as certificações na área. Afinal, os certificados provam o conhecimento técnico em alguns pontos importantes para o dia a dia de trabalho. Pensando nisso, no EAD Plus Santa Cruz, quando o estudante finaliza o curso, ele já garante quatro certificados, confira quais são e um pouco mais sobre cada um deles, logo abaixo.

Certificado de Qualificação Profissional em Desenvolvimento em Aplicações Python

Ao concluir o módulo 1, terá direito ao Certificado de Qualificação Profissional, que equivalerá ao de um curso de Python. Com ele você estará capacitado a atuar como Programador ou Desenvolvedor Python. Para se ter uma noção, nesse caso o salário de Desenvolvedor Phyton pode chegar, em início de carreira, aos R$ 5,5 mil.

Certificado de Qualificação Profissional em Prototipação Web

Já após terminar o módulo 2, o certificado profissional conquistado será o equivalente ao de um curso de Prototipação Web e ao de um curso de Desenvolvedor Web, proporcionando qualificação para atuar como UX Designer, Desenvolvedor Web ou Engenheiro de Software, cargos que, por sinal, remuneram muito bem. O salário de Desenvolvedor Web inicialmente ultrapassa os R$ 4,5 mil.

Certificado de Qualificação Profissional em Desenvolvimento Mobile

No fim do módulo 3, será garantido o certificado de qualificação profissional que equivalerá ao conquistado em um curso de Desenvolvimento Mobile ou curso de Programação Mobile, possibilitando a atuação em funções como, claro, Desenvolvedor Mobile (Dev Mobile) e Engenheiro Mobile. O salário de Programador Mobile no começo da trajetória alcança os R$ 3,4 mil.

Certificado de Qualificação Profissional em Empreendedorismo Digital e Governança de TI

E por fim, no módulo 4, o certificado terá equivalência ao conquistado em curso de Empreendedorismo Digital e também em um curso de Governança de TI, podendo então o profissional trabalhar como Empreendedor Digital ou Analista de Governança de TI. Tanto no caso do Empreendedor como também em Governança de TI, o salário inicial pode ser de R$ 5,2 mil.

Equipe de redação do Canal do Produtor

Cada integrante de nossa equipe carrega consigo uma valiosa coleção de experiências e habilidades singulares, culminando em um conjunto coeso que busca incansavelmente a excelência na criação de conteúdo. Nosso objetivo primordial é superar as expectativas, oferecendo aos nossos leitores uma experiência que não apenas enriqueça, mas também permaneça na memória.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

dezessete − 10 =